JARDIM flores de histórias

"O que planta e o que rega significam o mesmo para a semente."



18.6.12

flores de histórias, azulzinha.

4.3.12

Foram algumas manhãs dedicadas a cuidar do "jardim de histórias". e, assim que a grama estiver cortada, ele estará pronto para mais um ano junto das crianças.





Plantei duas novas roseiras, semelhantes às primeiras flores  que colocamos no jardim. Replantei algumas mudas de íris, helicônias, margaridas e gerânios.

Plantei sementes de maravilha - assim que brotarem devem proteger um pouco a terra da invasão de "matinhos".

26.9.11

sobre o aniversário de dois anos do jardim de histórias

"O Catador de Pensamentos", Monika Feth - Antoni Boratynski

"(...) O vento leva consigo as minúsculas partículas das flores dos pensamentos. Elas voam cada vez mais alto e pairam sobre os telhados da cidade ainda imersa no sono. Depois descem, enfiam-se em todas as janelas, em todas as frestas e fendas das casas. Pousam cuidadosamente na testa das pessoas que estão sonhando e ali se transformam em novos pensamentos. (...)" ("O Catador de Pensamentos", Monika Feth)

Uma história contada não é algo que se possa agarrar - uma história contada é algo que talvez fique em suspenso, imerso em algum lugar da memória.

Um jardim todo feito por histórias contadas é como um caminho tátil pelos rastros da memória. Tocar na "flor da história" é poder encantar-se do passado e do presente e perceber o tamanho do percurso - é cuidar do passado e do presente.

Para fazer um Jardim de Estórias é preciso compreender que nenhuma história se fecha realmente, tem sempre algo que fica latente nela, tem sempre algo além e a ser descoberto.

    

      Que neste pequeno Jardim muitas outras e novas histórias sejam contadas;
      Que nossas flores de histórias sejam bem cuidadas - que nos encantemos delas!

      Que muitas crianças possam pisar descalças na grama, catar "matinhos", fazer boneco de lama, encontrar insetos "estranhos", lavar as mãos ou molhar os pés no lago, e que, daqui há alguns anos, possam comer jabuticabas e pitangas com o corpo todo espichado numa sombra enquanto escutam alguém contar uma bela história.

Ana

19.9.11

"jardim-de-ponta-cabeça"







atividade feita ao som de músicas interpretadas por Wagner Tiso com Rio Cello Ensemble









Russélia, "flor-de-coral" - A Princesa de Bambuluá










Russélias, flores de conto popular, "A Princesa de Bambuluá".